Postura profissional em sala de aula

18.10.2016

Um alerta que sempre dou aos meus alunos é referente à postura profissional que precisamos ter desde a sala de aula.

Mas, professor! Na sala de aula ainda não estou trabalhando. De que postura profissional o senhor está falando?

Pense na última turma que você esteve como aluno, tenho certeza que mesmo sem necessariamente ter trabalhado profissionalmente com qualquer um dos demais colegas, você tinha uma avaliação de alguns que você nunca pensaria em trabalhar e outros que seriam uma excelente parceria.

 Professor, o senhor está querendo que eu passe a ter um perfil de nerd?

Não, meu filho! E quem disse que este é o melhor perfil profissional? Na verdade, um nerd clássico, tem dificuldade de relacionamentos, o que é péssimo no trabalho. Além do mais, acredito que a nossa avaliação não corre exclusivamente pelos pontos positivos, mas principalmente pelos pontos negativos.

Não entendi, professor!

Por exemplo, você não pode ser o turista da sala que só aparece em dia de prova ou o que não faz nada e fica se escorando nos demais, lógico que isto não significa que você estará fadado ao fracasso, caso tenha este perfil, mas é uma situação que pode influenciar no futuro.

Esta avaliação não é apenas entre os alunos, o professor também avalia os alunos. Por isso, as brincadeiras são saudáveis e as pequenas falhas são aceitáveis, mas tenha sempre em mente que sempre estamos sendo avaliados e que dependendo do nosso comportamento podemos acabar fechando antecipadamente futuras portas profissionais.

Autor: Mário Sobral Júnior – Engenheiro de Segurança do Trabalho (Jornal Segurito 121- http://www.jornalsegurito.com/outubro)

 

Please reload