Não espere pela segunda chance

Acorda e esfrega os olhos ao perceber uma fumaça que parece gelo seco,quando começa a se ambientar percebe que está em uma fila enorme e escuta uma moça com um smartphone na mão chamando seu nome:Luís Cabral Teles Neto!

- Sou eu!

- Pode se aproximar, Sr. Luís!

A moça passa o smartphone sobre o rosto do Luís, como se tivesse scaneando e fala: - Pois bem seu Luís, o senhor sabe porque está aqui?

- Dona, na verdade, não. Sou TST e sei que estava fazendo a inspeção de um andaime e só lembro que ele começou a desabar.

- Exatamente! Infelizmente ele caiu sobre o senhor.

- Quer dizer que eu…(Luis engole a saliva)… morri?

- Infelizmente! Ali na fila estão os dois trabalhadores que caíram do andaime.

Luís olha para os dois e percebe o constrangimento no rosto deles.

- Ok! Pelo menos estou no céu.

- Na verdade, é isto que vamos avaliar agora seu Luís. Não tem nada decidido.

- Como assim! Sou uma pessoa de fé, ia todos os domingos à igreja.

- Seu Luís, o senhor bem sabe que isto não quer dizer nada. Mas não fique nervoso, fiz uma avaliação do seu perfil no nosso FaceParadise e vi que na vida familiar e social não há problemas, só estou com algumas dúvidas no perfil profissional.

Luís finalmente relaxa e diz com orgulho: Sou quase um anjo no meu trabalho, sou Técnico de Segurança do Trabalho, salvo vidas.

- Infelizmente, precisarei de uma avaliação mais detalhada, principalmente depois de ver os seus dois amigos na fila. Mas deixa eu fazer uma pergunta: Você pode me explicar porque eles caíram?

- Total ato inseguro! Já havia falado dezenas de vezes para eles tomarem cuidado, mas sempre a mesma coisa, não usavam o cinto.

- Entendo, mas eu percebi que não havia local adequado para fixação dos cintos.

- Dona, na verdade a empresa nunca fornecia nada. Era uma empresa dos infernos (um trovão estronda como advertência), desculpe senhora, falei sem pensar.

- Mas o senhor havia solicitado os equipamentos necessários?

- Solicitei logo no primeiro ano, mas depois acabei desistindo.

- E a especificação estava correta?

Percebendo que sua situação estava cada vez mais complicada, comenta: Bem, acho que era melhor do que não ter.

Última pergunta Sr. Luís: o senhor tem algum comprovante desta primeira solicitação com a especificação dos equipamentos, solicitação de orçamento dos projetos de linha de vida, com previsão de implantação no cronograma de ações ou documento da empresa negando a solicitação e a lista de frequência e cópia dos certificados dos treinamentos de trabalho em altura dos dois que estão na fila?

Ele começa a suar frio e de repente…Luís, Luís acorda que acabou a hora do almoço.

Luís percebe que tudo foi um sonho e depois de passar por um mix de medo e felicidade, recupera-se do susto e corre para colocar as documentações em dia, afinal não é todo mundo que tem a sorte de ter uma segunda chance.