E se o Sílvio Santos fosse Técnico de Segurança?

04.03.2017

Em um mundo paralelo, o Sílvio Santos não é um grande empresário ou apresentador de programas de auditório, é Técnico de Segurança do Trabalho, só que não perdeu as manias.

- Má oi, má vem pra cá! Vem pra cá! Já está aqui o seu EPI.

- Seu Sílvio, esta bota já foi usada? Não está cheirando bem.

-No duro? Pra mim, isto só não está cheirando melhor do que perfume da Jequiti!

- Sei não, seu Sílvio. Mas deixa eu aproveitar que eu estou aqui e lhe fazer uma pergunta.

 

- É claro, estou aqui para servir as minhas colegas de trabalho, nesta que é a fábrica que tem a produção mais feminina do Brasil.

- Pois bem, estou com um problema no meu posto de trabalho. Está muito quente lá.

- Qual é a sua caravana, ou melhor, qual o seu setor?

- Sou do setor de Embalagem.

- Você tem certeza? Pois a minha cipeira de número 5 trabalha lá e nunca falou nada sobre este problema nas reuniões da CIPA. Estou ocupado agora, mas daqui a pouco o estagiário de Segurança do Trabalho, passará no seu setor.

Sílvio chama o estagiário do almoxarifado de EPIs: - Roooque!! Roooque!! Depois passe no setor dela e veja o que está acontecendo.

- Sim, senhor, seu Sílvio!!!

- Antes disso, preciso de um favor.

- Sim, senhor, seu Sílvio! É só pedir que eu faço. Não preciso nem saber o que é.

- Roque, posso falar?! O Silvio Santos fala ou não fala?

- Fala, seu Sílvio!

- Na hora do almoço eu gostaria que você passasse na lotérica e comprasse uma Tele Sena. O prêmio está muito bom. Um milhão de reais. "É dinheiro ou não é?"

- É, seu Sílvio. E se o senhor ganhar o senhor pode me dar 10% pelo serviço de compra da Tele Sena.

- Má vai para lá! Vai pra lá.

 

 Autor: Mário Sobral Júnior – Engenheiro de Segurança do Trabalho (Publicado na edição 126 do  Jornal Segurito)

 

 

 

Please reload