Consiga tempo para os incidentes

Análise de acidentes, bem ou mal, são realizadas na maioria das empresas (principalmente os com afastamento superior a 15 dias), porém análise de incidentes acaba ficando em segundo plano. Na verdade, acho que bem abaixo do segundo.

Professor, mas eu não tenho tempo nem para analisar os acidentes, como vou dar conta dos incidentes?

Meu filho, eu vou fazer só duas perguntas e responda com sinceridade: O nosso objetivo não é a prevenção?

Óbvio que sim, professor?

E em qual dos dois casos estamos agindo com maior prevenção, na análise dos acidentes ou dos incidentes?

 Tudo bem, concordo que é nos incidentes, mas o problema é tempo.

Entendo a situação, mas recomendo o seguinte: fazer a análise dos incidentes, em um primeiro momento, de forma simplificada, com base nesta análise simplificada teremos que elaborar uma planilha para registrar os setores com maior número de incidentes, dia da semana, horário etc., desta forma temos como saber quais os casos mais recorrentes e com estes dados, usando da experiência profissional, definir quais terão análise mais detalhada.

No entanto, isto é só uma ação emergencial, o ideal é que consigamos tempo para este trabalho, pois nosso trabalho não é gerar documentos, mas sim evitar acidentes e esta é uma das ações que efetivamente tem isto como resultado.

 

Autor: Mário Sobral Júnior – Engenheiro de Segurança do Trabalho.

Please reload