Mantendo a fé na Segurança do Trabalho!

Se você é recém convertido para a Saúde e Segurança do Trabalho e tem passado por dificuldades para se manter seguindo a Prevenção, gostaria de lhe dizer que sei como você se sente, no passado também já fui uma ovelha errante que não considerava a saúde e segurança dos trabalhadores.

Professor, sempre achei que o senhor já tinha começado seguindo a palavra do grande livro, as Normas Regulamentadoras.

Meu filho, posso dizer que apesar de ainda estar longe de ser um grande prevencionista, pelo menos hoje tento me manter seguindo a palavra, apesar de no passado ter cometido muitos pecados contra a SST.

Professor, foi bom eu ouvir isso, mas eu tenho que confessar que no meu caso o problema é mais grave, pois infelizmente meus erros não estão só no passado tenho sido fraco e cometido alguns erros ainda hoje.

Não se martirize, meu filho. Mesmo acreditando na Prevenção já faz mais de 20 anos, não posso dizer que parei de errar, aliás todos os seguidores erram, a diferença é a frequência e como agimos em relação aos nossos erros.

Mas como posso me manter na estrada correta?

Uma ação que você deve pensar é procurar outros colegas convertidos para tirar suas dúvidas e revigorar a fé.

Professor, o problema é que é difícil manter a fé na Segurança com tantas agruras no caminho!

Meu filho, o desânimo ao longo da carreira prevencionista é normal, já fraquejei algumas vezes e sei que irei fraquejar muitas outras, no entanto, para conseguirmos manter a motivação, precisamos organizar as nossas ações e mostrar para a empresa a nossa importância.

Além disso, não podemos parar de ler e reler a palavra da Prevenção, leia sempre e participe de eventos e sempre esteja próximo de outros convertidos que estejam motivados e ativos, desta forma você terá a força necessária para vencer as dificuldades e possuir argumentos para arrebanhar novas ovelhas prevencionistas.

Obrigado, professor! Foi bom conversar com o senhor!

Meu filho, apesar de acreditar que possa ter lhe fortalecido um pouco com as minhas palavras, preciso ser sincero e lhe dizer que as dificuldades não irão parar, mas espero que continue tomando as decisões corretas e mesmo quando errar de maneira nenhuma desista de continuar.

Autor: Mário Sobral Jr – Engenheiro de Segurança do Trabalho