O verdadeiro nojo do prevencionista